A Importância das Proteínas para a Hipertrofia Muscular Associada ao Exercício Físico

 A Importância das Proteínas para a Hipertrofia Muscular Associada ao Exercício Físico
Compartilhe nas suas redes sociais:

https://youtu.be/8wm0kTJVCR8

Quando o assunto é hipertrofia muscular, ou seja, aumento da massa muscular, tanto o exercício quanto a dieta são importantes. Quanto ao exercício, o tipo resistido (exemplo: musculação) costuma ser o mais indicado.

Já quanto à dieta, a boa ingestão de aminoácidos é fundamental. Vamos entender: a circulação de aminoácidos junto com o estímulo promovido por um treino resistido, faz com que haja aumento da síntese proteica no músculo. É mais ou menos assim: o exercício faz com que o músculo fique sedente por aminoácidos (elementos que constituem uma proteína); daí, se você tem uma boa ingestão de aminoácidos, parte deles irão ser disponibilizados e ir para o músculo – realizando aumento das proteínas musculares (a hipertrofia muscular).
Por isso que normalmente se valoriza tanto a ingestão de proteínas/aminoácidos após a prática esportiva. Já quando há a realização de algum exercício físico, mas não há um consumo proteico (ou a pessoa fica em jejum), o que tende a acontecer é, ao invés do anabolismo muscular (síntese proteica e hipertrofia muscular), o catabolismo (degradação) muscular.

Lembre-se de comprar esses suplementos apenas de acordo com a prescrição e orientação de um Nutricionista.

Abaixo segue uma referência:
Andersen LL, et al. The Effect of Resistance Training Combined with Timed
Ingestion of Protein on Muscle Fiber Size and Muscle Strength. Metabolism
Clinical and Experimental, 2005.

Henrique Lima

https://www.youtube.com/channel/UCLS-udF3quRKFcnQTpjmrRw

Nutricionista Especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Contato: [email protected]

Leia também...

Leave a Reply