GLUTAMINA: BENEFÍCIO NO ESPORTE (EXERCÍCIO)

 GLUTAMINA: BENEFÍCIO NO ESPORTE (EXERCÍCIO)
Compartilhe nas suas redes sociais:

Existem diversos aminoácidos e suas diversas combinações formam as proteínas. A glutamina é um desses aminoácidos, inclusive sendo bastante presente no nosso corpo. Porém, ela não é considerada essencial (ou seja, o nosso corpo consegue produzi-la por meio de reações químicas). Porém, há situações que podem fazer aumentar a demanda pela glutamina (exemplo: prática de exercício físico – principalmente quando for de alta intensidade e de duração prolongada), o que pode aumentar a necessidade de uma maior obtenção da glutamina promovida pela alimentação e/ou suplementação.

Dentre as funções no corpo em que a glutamina pode exercer de forma direta ou indireta (por meio de metabólitos), estão: síntese proteica e ação antioxidante. Somente com isso, é possível fazer a associação do uso da glutamina para diversas finalidades; porém, vamos ver adiante uma aplicação mais específica voltada para pessoas fisicamente ativas.

glutamina-0

A prática de exercício físico é importante, sendo parte de um estilo de vida saudável. Mas quando essa prática é excessiva (seja pela longa duração da atividade e/ou intensidade aumentada), podem também haver prejuízos, como é o caso do aumento da permeabilidade intestinal. O que é isso? Vou explicar! O nosso intestino funciona como uma barreira física, ou seja, impede a passagem (absorção) de substâncias indesejáveis para o sangue. No entanto, com o aumento da permeabilidade intestinal, o que ocorre é uma redução nessa integridade e, com isso, o aumento da chance de absorção de substâncias que poderão gerar reações indesejáveis ao corpo (exemplo: inflamação). Mas onde a glutamina entra nisso? Simples: a glutamina auxilia na melhora da integridade intestinal.

Em resumo, a glutamina acaba por exercer um efeito benéfico para uma melhor recuperação do corpo após uma prática esportiva (tanto pela ação benéfica a nível intestinal, quanto pelo estímulo à síntese proteica).

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Cruzat VF, Petry ÉR, Tirapegui J. Glutamina: Aspectos Bioquímicos, Metabólicos, Moleculares e Suplementação. Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte, 2009.

Zuhl M, et al. The Effects of Acute Oral Glutamine Supplementation on Exercise-Induced Gastrointestinal Permeability and Heat Shock Protein Expression in Peripheral Blood Mononuclear Cells. Cell Stress Society International, 2014.

Henrique Lima

https://www.youtube.com/channel/UCLS-udF3quRKFcnQTpjmrRw

Nutricionista Especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Contato: [email protected]

Leia também...

Leave a Reply